Componentes Passivos – Resistor – Parte 1

Componentes Passivos – Resistor – Parte 1

Vamos começar a falar sobre os componentes passivos que fazem parte dos circuitos eletrônicos. Inicialmente vamos falar sobre o resistor, o componente mais comum em eletrônica. Sua aplicação vai desde os circuitos mais simples até os circuitos mais complexos.

O resistor é um componente que tem como função básica transformar a energia elétrica em energia térmica através do efeito Joule. Como exemplo, temos: o ferro de passar roupas, aquecedores residenciais e o chuveiro elétrico. Uma outra função do resistor é alterar a Diferença de Potencial (DDP) no circuito eletrônico, ou seja, alterar o valor da tensão em determinado ponto do circuito.

Outro fator muito importante, é a potência máxima (dada em Whatt) que um resistor pode dissipar. Esta é uma informação importante que geralmente não está identificada no corpo do resistor e ela depende das dimensões físicas do componente. Para resistores fixos, as potências nominais padronizadas são de 1/8W, 1/4W, 1/2W, 1W, 2W e 3W. Para resistores construídos com fio, a potência parte de 5W  e vai até 200WEste valor é a potência máxima que um resistor consegue dissipar sem ser danificado. Nas substituições de resistores, quando não se dispõe de um resistor com a mesma potência nominal de dissipação do componente danificado, a preferência é que a substituição seja feita por um resistor que tenha uma potência nominal maior. Por exemplo, se for preciso substituir um resistor de 1/4W, mas no momento você não tem um componente igual, poderá utilizar o de 1/2W ou potência nominal maior.

Os resistores podem ser classificados em fixo, ajustável (potenciômetro), reostato  e os especiais (termistores, varistores, rede resistiva e fotorresistor). Abaixo seguem os exemplos e a simbologia de cada componente:

img001_Componentes_Passivos_resistores_Potenciometro_Varistor_Termistor_potencia_Fotoressistor_Reostato 

Os tipos de resistores mais comuns são os de valores fixo e o potenciômetro. Resistor fixo SMD é comum em TVs, celulares, smartphones, computadores e etc:

A grandeza padrão para identificar uma resistência é dada em ohms. Para determinar o valor de resistores convencionais, podemos utilizar uma tabela de cores, e para resistores SMD / SMD de precisão utilizamos uma tabela numérica. Seguem abaixo as tabelas para identificação:

Tabela de cores para resistores convencionais

Tabela de  identificação para resistores SMD

Tabela de  identificação para resistores SMD de precisão

Na segunda parte desta postagem, vamos falar sobre como ligar os resistores em série e em paralelo.

Gostou desta postagem? Então deixa seu comentário, dúvida ou sugestão aí embaixo!

Loja online: https://www.masterwalkershop.com.br
Fan page no Facebook: https://www.facebook.com/masterwalkershop

Nos ajude a espalhar conhecimento clicando no botão de compartilhar (f Like) que está mais abaixo.

Obrigado e até a próxima!

Seu feedback é muito importante! Que tal dar uma nota para esta postagem?! Faça sua avaliação aqui embaixo.

 



Postagem anterior:
Próxima postagem:
Postagem feita por

Formado como Técnico em Mecatrônica e Informática, e entusiasta da eletrônica.

Existem 4 comentários para esta postagem
  1. Nick às 21:57

    Boa noite, eu peguei um circuito com um Resistor SMD sem identificação (no lugar da numeração estava impo), como vc sugere identificar esse componente, isso é normal ou pode existir problema nesse componente, como vc sugere resolver esse BO?

    • Euler Oliveira às 15:07

      Olá Nick.

      Agradeço pelo comentário!

      Pode ser que o componente não seja um resistor, mas um capacitor, por exemplo, ou pode ser que o resistor tenha sido soldado de cabeça pra baixo e por este motivo a identificação dele não está visível.

      Utilize um multímetro para tentar identificar o componente.

  2. CÂNDIDO GOMES FILHO às 16:11

    Posso substituir um resistor de 47k sem utilizar associação de resistores por um outro componente que faça a mesma função? É numa placa de caixa acústica que esse resistor quebrou junto com um pedacinho de um dos cantos da placa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *